Covid-19: GCM de Varginha recebe doação de materiais de proteção da Senasp


O Ministério de Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública – Senasp, disponibilizou materiais de proteção e higiene contra a Covid-19 às Guardas Civis Municipais de todo o Brasil. A GCM de Varginha foi uma das beneficiadas, com a doação de luvas, máscaras e frascos de álcool em gel.

De acordo com a Senasp, a doação tem por finalidade o fortalecimento das políticas de segurança pública junto aos municípios, em auxílio às GCMs, com ações necessárias ao combate emergencial dos efeitos decorrentes da pandemia de Covid-19.

A Guarda Civil Municipal de Varginha foi beneficiada com 4.410 máscaras cirúrgicas, 176 frascos de álcool em gel (500 ml) e 44 caixas de luvas de diferentes tamanhos, que totalizam 4.400 unidades.

Os materiais foram retirados pelos agentes da GCMV, nesta quarta-feira (29/07), no almoxarifado da Subsecretaria de Inovação e Logística da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública - Sejusp, em Belo Horizonte.

Segundo o comandante da Guarda Civil Municipal de Varginha, Gerson Alves da Trindade, os materiais doados pela Senasp vêm se juntar aos que foram adquiridos ao longo da pandemia pela corporação, afim de garantir a segurança dos agentes no exercício de suas funções e, consequentemente, a segurança da população varginhense.

GCMV monta operação de trânsito para suprir interrupção de energia devido à obra da Cemig



Devido a uma obra de manutenção realizada por uma empresa terceirizada da Cemig, parte da Avenida Princesa do Sul, da BR-491 e arredores da rotatória que dá acesso as avenidas do Contorno, Manoel Vida e Celina Ferreira Ottoni, teve o fornecimento de energia interrompido durante toda a tarde desta quarta-feira (22/7).

Por esse motivo, a Guarda Civil Municipal interveio no local, controlando todo o trânsito, com fechamento de vias e direcionamento dos motoristas para vias alternativas, já que os semáforos estavam desligados. Também foi necessária a interdição do trevo do Automóvel Clube. Congestionamentos chegaram a se formar nas proximidades.



Grande parte do efetivo operacional da Guarda Civil foi deslocada para o local, para auxiliar e orientar os motoristas que por lá passavam e para tentar minimizar os impactos da obra na rede elétrica. O trânsito só foi normalizado no início da noite, com o fim da obra e o restabelecimento da energia.



GCMV prende homem por invasão de patrimônio e tentativa de furto no Parque Centenário


Na tarde deste sábado (18/07) a Guarda Civil Municipal de Varginha recebeu uma denúncia de que um indivíduo havia invadido o Parque Centenário, que se encontra fechado devido à pandemia de Covid-19, e estaria tentando furtar a fiação dos postes de iluminação do local.

De imediato, a GCMV deslocou as equipes de plantão no turno para o parque. Chegando ao local, as guarnições depararam com um jovem, de 27 anos, aparentando estar muito transtornado e tentando sair das dependências do patrimônio municipal.


Ao ser questionado, o mesmo disse que pulou no local para recuperar um aparelho celular que sua namorada havia arremessado no interior do parque, após uma briga do casal. Uma equipe fez a varredura no patrimônio e deparou com a caixa de energia destruída e a fiação danificada, porém não localizou o suposto celular.

Diante do flagrante, a perícia foi acionada e compareceu ao local. O jovem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, ficando à disposição da autoridade competente. Ele deve responder por invasão e dano ao patrimônio, além de tentativa de furto.

Covid-19: GCM e Semus atuam em nova etapa das barreiras de monitoramento



Como aconteceu nos meses de maio e junho, a Guarda Civil Municipal de Varginha atuou, em parceria com os servidores da Secretaria Municipal de Saúde, nesta nova etapa de barreiras de monitoramento, montadas para orientar os motoristas que chegam à cidade. As barreiras ficaram ativas entre 15 e 19 de julho.

Esta é uma das ações da Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que visa intensificar a prevenção e o combate ao Coronavírus, com destaque para o “Dia D de Combate à Covid-19”, realizado na última quarta-feira (15/07). A iniciativa visou a mobilização e união de todos os segmentos da sociedade para as medidas de enfrentamento, com o intuito principal de aumentar o índice de isolamento social.

O secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Coelho, explica que foi projetado para meados de julho o pico de casos da Covid-19 em Minas Gerais, cujos estudos epidemiológicos apontaram mais precisamente para 15 de julho.



“Desse modo, faremos realizar intensa campanha de orientação e conscientização acerca das medidas de prevenção à Covid-19 na segunda quinzena deste mês, incluindo treinamentos, discussão e ajustes dos planos de contingência de todos os segmentos de atividades essenciais e das não essenciais, mídias sociais, vídeos educacionais, lives, discussões e reflexões sobre nossa realidade epidemiológica local, ações dos servidores locais das UBS da atenção primária e secundária, ações da Vigilância Sanitária, intensificação das ações da vigilância ambiental, barreiras de monitoramento e educativas e formação de opinião junto das cidades vizinhas para sintonia das medidas”, explicou o secretário, que recebeu total apoio do prefeito Vérdi Melo nesta programação.

Ao longo dos cinco dias desta etapa, a GCMV disponibilizou cerca de 60 agentes para as barreiras de monitoramento, o que representa mais de 50% do efetivo total da corporação. Os pontos de barreira foram as avenidas Princesa do Sul, Castelo Branco e Almirante Barroso.

Mobilização: 15 de julho será o "Dia D de Combate ao Coronavírus" em Varginha


A Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Saúde - Semus, visando intensificar as ações de prevenção e de combate ao Coronavírus, realiza nesta quarta-feira, 15 de julho, o “Dia D de Combate à Covid-19” na cidade. A iniciativa visa ainda a mobilização de todos os segmentos da sociedade para se unirem às medidas de enfrentamento, mas, principalmente aumentar o índice de isolamento social no município.

O secretário de Saúde Luiz Carlos Coelho explica que desde antes havia sido projetado para meados de julho o pico de casos da Covid-19, cujos estudos epidemiológicos apontaram a data de 15 de julho.

“Desse modo, faremos realizar intensa campanha de orientação e conscientização acerca das medidas de prevenção à Covid-19 na segunda quinzena deste mês, incluindo treinamentos, discussão e ajustes dos planos de contingência de todos os segmentos de atividades essenciais e das não essenciais, mídias sociais, vídeos educacionais, lives, discussões e reflexões sobre nossa realidade epidemiológica local, ações dos servidores locais das UBS da atenção primária e secundária, ações da Vigilância Sanitária, intensificação das ações da vigilância ambiental, barreiras de monitoramento e educativas e formação de opinião junto das cidades vizinhas para sintonia das medidas”, explicou o secretário, que recebeu total apoio do prefeito Vérdi Melo nesta ação.

Os agentes da Guarda Civil Municipal atuarão nas barreiras de monitoramento, juntamente com os servidores da Secretaria Municipal de Saúde, de 15 a 19 de julho, nas principais vias de acesso à cidade de Varginha.

Queimada irregular: GCM atende cerca de 50 ocorrências apenas no mês de junho


A Guarda Civil Municipal, por meio do Grupamento de Meio Ambiente – GMAT, atendeu apenas durante o mês de junho cerca de 50 ocorrências de queimada irregular no município de Varginha, principalmente oriundas de denúncias. A incidência das queimadas praticamente dobrou em relação aos meses de abril e maio.

A GCMV orienta principalmente os proprietários de terrenos baldios a adotarem práticas que ajudem a evitar a incidência das queimadas como a limpeza completa da área, a retirada de entulhos e lixos e, se possível, a colocação de cercas ou construção de muros.

O GMAT intensificou os atendimentos das denúncias da população. Vale informar que para essas ocorrências existem notificações e multas. A prática de colocar fogo em terrenos baldios, pastos, matas ou em outros lugares configura crime (artigo 250 do Código Penal e artigo 41 da Lei 9605/98) com penas que variam de 2 a 6 anos de prisão, além do pagamento de multa.


A GCMV explica que, de acordo com a Lei Municipal 4.876/2008, caso o autor da queimada não seja flagrado no ato ou identificado por terceiros, o proprietário do terreno atingido será responsabilizado.

Ainda conforme esta lei, que dispõe sobre a limpeza de faixa de domínio e de terrenos urbanos baldios, “todos os proprietários ou possuidores, a qualquer título, de faixa de domínio e terrenos urbanos baldios são obrigados a mantê-los, permanentemente, roçados e limpos de entulhos, com vistas à preservação da saúde pública”.

Vale ressaltar que a limpeza dos lotes contribui não só para evitar as queimadas irregulares como também o aparecimento e a proliferação de animais peçonhentos e insetos e os focos do Aedes Aegypti, mosquito responsável pela transmissão da dengue, do zika vírus, da febre amarela e da chikungunya.

A participação da população é muito importante no combate às queimadas, descarte de lixo e entulhos de forma irregular e outros crimes ambientais.  A Guarda Civil Municipal de Varginha recebe denúncias pelos telefones 153 e 3690-2714.

Guarda Civil presta apoio em acidente ocorrido na Avenida Ministro Bias Fortes



A Guarda Civil Municipal de Varginha prestou apoio, na tarde desta quarta-feira (01/07), em um acidente ocorrido na Avenida Bias Fortes, entre um carro e uma moto. O piloto de uma moto bateu na traseira de um carro.

Segundo a condutora do carro envolvido no acidente, ela manobrava o veículo para estacionar, quando a moto atingiu o carro, provocando a queda do piloto. Populares acionaram o socorro médico.
 
Uma equipe da motopatrulha da Guarda Civil Municipal controlou o trânsito na avenida até que o Samu resgatasse o piloto, que foi levado para o Hospital Bom Pastor. Aparentemente ele sofreu apenas ferimentos leves. A Polícia Militar esteve no local para registrar a ocorrência.

Agentes da GCMV encontram maconha em veículo estacionado em local proibido


Em patrulhamento pela área central, nesta terça-feira (30/06), a equipe de motopatrulha da Guarda Civil Municipal de Varginha deparou com um veículo estacionado em local proibido, na Praça Getúlio Vargas, próximo a Caixa Econômica Federal. Diante da irregularidade, foi gerado o auto de infração pelo estacionamento irregular.

Durante a ocorrência, já quando finalizava o auto de infração de trânsito, a equipe se aproximou do veículo, momento em que detectou no interior do mesmo algumas porções de uma substância semelhante à maconha.

Enquanto a motopatrulha aguardava a consulta da situação do veículo, o condutor chegou ao local se apresentando como proprietário do veículo. Foi solicitada ao mesmo a documentação do veículo, porém, além de não possuir habilitação, ele nos informou que a documentação do veículo estava irregular.

Em conversa com o indivíduo, a guarnição o questionou sobre a substância encontrada no painel do seu veículo; ele confirmou que se tratava de maconha. Diante de todas as irregularidades, o veículo foi removido do local ao pátio credenciado. Já o proprietário e condutor foi encaminhado à delegacia, ficando a disposição da autoridade competente.

Covid-19: Fiscalização de bares seguiu no fim de semana, inclusive na zona rural


Dando continuidade à fiscalização de bares, restaurantes e comércios do segmento, a Guarda Civil Municipal de Varginha, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar realizaram diversas visitas a estabelecimentos, inclusive na zona rural, durante todo este fim de semana.

A primeira etapa de fiscalização começou na quarta-feira (24/06) e se estendeu até este domingo (28/06). Diversas irregularidades foram encontradas durante a operação, com destaque para a aglomeração, o excesso de pessoas por mesa, o distanciamento das mesas e o não uso de máscaras por parte de funcionários e clientes.


Além das orientações aos proprietários dos bares e restaurantes, os agentes da Vigilância Sanitária aplicaram multas em estabelecimentos reincidentes e interditaram um deles.

De acordo com a Prefeitura de Varginha, a medida foi tomada devido ao aumento de denúncias de estabelecimentos que não estão cumprindo o Decreto Municipal que determina providências de prevenção quanto ao Covid-19.